Seguro de Vida

O seguro de vida permite-lhe antecipar imprevistos e assegurar um futuro tranquilo e sem preocupações.

A Alfa Seguros pretende oferecer uma proteção completa e para isso disponibiliza-lhe uma vasta oferta de seguros de vida que o protegem a si e à sua família face às inúmeras situações e contratempos que surgem ao longo da vida.

Conheça melhor este seguro e o que deve ter em conta para obter maior proteção.

Quantas vezes já pensou na sua proteção financeira atual, futura e na proteção financeira da sua família? Proteger os seus filhos é uma prioridade, contudo, frequentemente deixamos os planos de proteção financeira de longo prazo para depois. Mas estes planos fazem toda a diferença e previnem imprevistos que alteram o orçamento familiar.

Para antecipar imprevistos e criar todas as condições para uma proteção financeira, a Alfa Seguros disponibiliza-lhe uma solução para reforçar a sua segurança e da sua família.

Se um acidente acontecer e o impossibilitar de continuar a trabalhar e a sustentar a sua família? E se deixar de conseguir pagar o crédito habitação ao banco? Ou se surgir uma doença crónica ou uma doença cancerígena para a qual poderá ser útil contar com um montante extra no orçamento familiar?

Com estes cenários, que são cada vez mais comuns nos dias de hoje, o seguro de vida responde como uma solução para proteger e garantir a sua proteção financeira, qualidade de vida e segurança da sua família.

Através da garantia de uma verba financeira restituída a si, em caso de doença grave ou recebida pelas pessoas que selecionou como beneficiários (filhos, netos ou esposo/a), em caso de invalidez absoluta e definitiva ou morte. 

Quais as vantagens que vai usufruir ao contratar o Seguro de Vida connosco:

O seguro de vida funciona com base num contrato estabelecido com a seguradora, no qual está definido o prémio e a abrangência do seguro. Ao longo do tempo e à medida que as necessidades evoluem, é possível alterar os benefícios que o seguro lhe confere, nas coberturas previstas e os beneficiários, podendo ser totalmente personalizado.

Deverá ter em consideração o capital seguro, ou seja, trata-se do valor que será pago à sua família no caso de ter de ativar o seguro. A Alfa Seguros recomenda que o valor seja pelo menos 3 anos do seu salário anual.

Quais são as coberturas que pode incluir no Seguro de Vida?

  • Doenças graves (logo após diagnóstico);
  • Morte por acidente;
  • Subsídio em caso de hospitalização.

Deve fazer um levantamento das suas necessidades pessoais e da sua família, dos riscos associados à profissão e da sua forma de vida, para selecionar o seguro de vida ideal e estar sempre protegido.

A informação constante deste site sobre o seguro de vida não dispensa a consulta da informação pré-contratual e contratual legalmente exigida.

Perguntas Frequentes – FAQ:

Um seguro de vida é um contrato pelo qual o segurador se compromete a pagar o capital contratado em caso de morte ou invalidez do segurado. Os seguros de vida podem também incluir coberturas complementares que garantam suporte financeiro em caso de invalidez da pessoa segura. Ao subscrever um seguro de vida, o segurado pode ainda beneficiar de apoio financeiro diário enquanto estiver hospitalizado.

O seguro de vida vai prevenir as consequências económicas de uma morte prematura, de um acidente ou doença graves, para familiares dependentes. Também previne as consequências económicas de uma situação de invalidez: uma maior longevidade pode originar gastos extras para o sénior e para o seu agregado familiar. Possibilidade de dedução do prémio do seguro no IRS, de acordo com a legislação em vigor.

O cliente deve ser informado sobre: coberturas e respetivos prémios, rendimento mínimo garantido (caso exista), valores de redução, resgate e penalizações, encargos, regime fiscal e valor de referência para calcular o capital.

Todas as informações relativas ao seguro de vida devem estar na apólice nomeadamente:

  • A forma como o segurador irá receber os prémios (a periodicidade, o prazo…)
  • Se existe direito ou não de participação nos resultados. Se houver, tem de se saber como calculá-la e pagá-la.
  • O prazo em que a apólice pode ser retomada em vigor com as mesmas condições após o seu término.
  • Em que condições se mantém a apólice perante a morte do segurado e quais são as regras para formar a carteira de investimento.
  • Existência de consentimento por escrito da pessoa segura, se esta não for o tomador de seguro, a não ser que a apólice garanta alguma responsabilidade do tomador face à pessoa segura. O direito do tomador ou do segurado de modificar o beneficiário termina quando este adquire o direito ao pagamento das importâncias seguras.
  • Existência de uma tabela em anexo com os valores de redução e de resgate, estipulados numa base anual perante o número de anos de duração do contrato e um montante de referência relativamente ao valor das importâncias seguras.

O valor depende do montante a segurar, da probabilidade de ocorrência das situações cobertas e da idade do tomador (quanto mais idade a pessoa tiver, mais dispendioso será), além das coberturas adicionais e das exclusões negociáveis, que aumentam o prémio. De notar que um seguro de vida com duas pessoas pode ser mais económico do que uma modalidade só com um titular contratado individualmente.